Doação de bilionários americanos pode ser só o começo

O compromisso firmado por 40 bilionários junto ao movimento “The Giving Pledge” é distribuir, no mínimo, 50% de suas fortunas

Na semana passada, teve enorme repercussão a notícia de que 40 bilionários americanos comprometeram-se a doar, ao menos, metade de suas fortunas a finalidades beneficentes. Eles atenderam ao pedido realizado em junho pelos dois homens mais ricos do país, Bill Gates (criador da Microsoft e dono de 53 bilhões de dólares) e Warren Buffet (lendário investidor americano e detentor de um patrimônio de 47 bilhões de dólares).

Segundo dados da Forbes, o patrimônio total destes 40 ricaços é de cerca de 240 bilhões de dólares. Na hipótese de eles se restringirem ao mínimo porcentual prometido (50%) na lista “The Giving Pledge”, os donativos totalizarão, portanto, 120 bilhões de dólares (veja o quadro abaixo).

Trata-se de um estoque de dinheiro que ainda não se sabe quando começará a ‘pingar’ nos cofres das instituições beneméritas. De qualquer maneira, a expressividade do valor é inegável mesmo para um país como os Estados Unidos, cuja tradição ‘de caridade’ já faz com a população doe 300 bilhões de dólares ao ano para obras assistenciais. Especialistas acreditam que o exemplo dos bilionários poderá ajudar a dobrar esse valor, com os americanos passando a doar 4% de sua renda anual, contra os 2% atuais. Trata-se de um exemplo ao Brasil.

Bilionários caridosos

fonte: Veja

Deixe um comentário